O Neuralink de Elon Musk revela um dispositivo para conectar seu cérebro a um smartphone

'Um macaco foi capaz de controlar um computador com seu cérebro', disse Musk, referindo-se aos testes do dispositivo.

Neuralink Neuralink
  • O Neuralink busca construir uma interface cérebro-máquina que conecte cérebros humanos a computadores.
  • Nenhum teste foi realizado em humanos, mas a empresa espera obter a aprovação do FDA e começar os testes em humanos em 2020.
  • Musk disse que a tecnologia essencialmente fornece aos humanos a opção de 'se fundir com a IA'.




Elon Musk quer criar uma interface cérebro-máquina que ajude os humanos a 'alcançar uma espécie de simbiose com inteligência artificial'.



Neuralink - a empresa secreta de Musk que está desenvolvendo uma interface cérebro-máquina - fez uma apresentação na terça-feira que descreveu seus primeiros passos para construir essa tecnologia, na qual tem trabalhado nos últimos dois anos. A principal revelação? 'Fios' flexíveis que registram a atividade dos neurônios e uma máquina que os insere no cérebro.

quantos humanos viveram desde 10000 aC

O objetivo é construir uma interface que permita ao cérebro de alguém controlar um smartphone ou computador e tornar esse processo tão seguro e rotineiro quanto a cirurgia Lasik. Atualmente, o Neuralink faz experimentos apenas em animais. Nesses experimentos, a empresa usou um robô cirúrgico para embutir no cérebro de um rato uma pequena sonda com cerca de 3.100 eletrodos em cerca de 100 fios flexíveis ou 'fios' - cada um dos quais é significativamente menor do que um fio de cabelo humano.



Este dispositivo pode registrar a atividade dos neurônios, o que poderia ajudar os cientistas a aprender mais sobre as funções do cérebro, especificamente no domínio das doenças e distúrbios degenerativos. O dispositivo também foi projetado para estimular as células cerebrais, embora um white paper lançado pela empresa disse que ainda não o fez.

Neuralink

todos nesta sala são uma prostituta

'Há uma quantidade incrível que podemos fazer para resolver distúrbios cerebrais, danos, e isso vai ocorrer muito lentamente,' Musk disse na apresentação terça-feira. 'Este será um processo lento, no qual aumentaremos gradualmente os problemas que resolveremos até que, finalmente, possamos fazer uma interface cérebro-máquina completa.'



Uma das revelações mais surpreendentes veio quando Musk disse que este dispositivo foi testado em pelo menos um macaco, que era capaz de controlar um computador com seu cérebro. (Musk não forneceu mais detalhes.) Os experimentos do Neuralink envolvem embutir uma sonda no cérebro do animal por meio de cirurgia invasiva com um robô semelhante a uma máquina de costura que faz buracos no crânio. Depois de incorporada, a empresa se conecta à sonda por meio de USB.

Neuralink

Eventualmente, Neuralink espera usar feixes de laser para incorporar o dispositivo, que usaria uma interface sem fio, 'para que você não tenha fios saindo de sua cabeça', disse Musk. 'Isso é muito importante.'

Esse produto sem fio - chamado de sensor N1 - consistiria em quatro sensores implantados no cérebro: três em áreas motoras e um em uma área somatossensorial, uma área do cérebro responsável pelas sensações dentro ou na superfície do corpo. Em seus estágios iniciais, o sensor N1 permitiria aos usuários controlar smartphones com seu cérebro, como 'aprender a digitar [para] tocar piano', disse Musk.

como os cães evoluíram para diferentes raças

O dispositivo da Neuralink não é o primeiro exemplo de interface cérebro-máquina, mas a empresa afirma que sua tecnologia é de 'última geração', principalmente porque usa 'fios' menores e mais flexíveis para gravação neural, em vez de eletrodos rígidos feitos de metal ou semicondutores. A empresa sugere que sua abordagem seria mais segura e causaria menos inflamação no cérebro.

'Tem um potencial tremendo e esperamos tê-lo em um paciente humano até o final do próximo ano', disse Musk.

aprender com a história está condenado a repeti-la

Mas antes que isso aconteça, o Neuralink deve primeiro obter a aprovação do FDA, estabelecendo que sua tecnologia funciona com segurança e eficácia em animais. Também é importante notar que, como alguns dos outros objetivos de Musk, o Neuralink descreveu seu cronograma de testes em humanos de 2020 como 'aspiracional'.

Musk - que uma vez disse A.I. é a 'maior ameaça existencial da humanidade' - sugeriu que faz sentido para os humanos trabalharem para se fundir com a tecnologia.

'Mesmo em um cenário de IA benigna, seremos deixados para trás', disse Musk na terça-feira. 'Com uma interface cérebro-máquina de alta largura de banda, podemos ir junto. Podemos efetivamente ter a opção de nos fundir com a IA. '

Idéias Frescas

Categoria

Outro

13-8

Cultura E Religião

Alquimista Cidade

Livros Gov-Civ-Guarda.pt

Gov-Civ-Guarda.pt Ao Vivo

Patrocinado Pela Fundação Charles Koch

Coronavírus

Ciência Surpreendente

Futuro Da Aprendizagem

Engrenagem

Mapas Estranhos

Patrocinadas

Patrocinado Pelo Institute For Humane Studies

Patrocinado Pela Intel The Nantucket Project

Patrocinado Pela Fundação John Templeton

Patrocinado Pela Kenzie Academy

Tecnologia E Inovação

Política E Atualidades

Mente E Cérebro

Notícias / Social

Patrocinado Pela Northwell Health

Parcerias

Sexo E Relacionamentos

Crescimento Pessoal

Podcasts Do Think Again

Patrocinado Por Sofia Gray

Vídeos

Patrocinado Por Sim. Cada Criança.

Recomendado