Cú Chulainn: o incrível Hulk da mitologia irlandesa

A humanidade há muito é obcecada por indivíduos que, em um acesso de raiva, se transformam em algo não exatamente humano. A mitologia irlandesa é outro exemplo.

Cu Chulainn Wikimedia Commons
  • Existem muitas figuras culturais que são conhecidas por suas transformações desumanas: Dr. Jekyll e Sr. Hyde, o Incrível Hulk, lobisomens ... a lista continua.
  • Um exemplo raramente mencionado é a versão irlandesa de Aquiles: Cú Chulainn.
  • O que representa o herói mitológico irlandês?

O famoso criador de quadrinhos Jack Kirby se inspirou para criar o Incrível Hulk quando viu uma mulher levantando um carro para salvar seu bebê preso embaixo dele. 'De repente, ocorreu-me que, em desespero, todos nós podemos fazer isso,' ele disse . - Podemos derrubar paredes, podemos enlouquecer, o que fazemos.



Embora o Hulk seja talvez a versão mais moderna dessa ideia, é algo pelo qual a humanidade é obcecada há muito tempo. A história apresenta uma série de referências à transformação de indivíduos em algo aterrorizante e inspirador: há o Dr. Jekyll e o Sr. Hyde, berserkers escandinavos e lobisomens. Mas talvez um dos exemplos mais marcantes e menos discutidos de um personagem semelhante ao Hulk venha do Cú Chulainn da mitologia irlandesa.



Os 'espasmos de dobra' de Cu Chullainn

Histórias de Cú Chulainn datam do primeiro século. Considerado filho de Lug, um deus irlandês associado à guerra, reis e artesãos, e uma princesa mortal, Cú Chulainn nasceu com o nome de Setanta. Aos seis anos, ele ganhou o nome de Cú Chulainn, que significa 'o cão de Culann', depois de matar um cão de guarda em legítima defesa, enfiando uma pedra em sua garganta. (Hurling era um antigo jogo gaélico que lembra o lacrosse, que ainda é praticado na Irlanda hoje). Culann, o ferreiro dono do cão, ficou consternado com sua perda. Setanta se ofereceu para servir como guarda de Culann até que um cão de guarda substituto fosse encontrado, ganhando o nome de Cú Chulainn ao fazê-lo.

que porcentagem da internet é a dark web

Onde Cú Chulainn começa a se assemelhar ao Hulk, no entanto, vem de sua ríastrad , comumente traduzido como um 'espasmo de dobra'. Aqui está um trecho da tradução de Thomas Kinsella do Táin Bó Cúailnge descrevendo os espasmos de dobra de Cú Chulainn:



O primeiro espasmo de dobra se apoderou de Cúchulainn e o transformou em uma coisa monstruosa, hedionda e sem forma, inédita. Suas patas e juntas, cada junta, ângulo e órgão da cabeça aos pés, tremiam como uma árvore na enchente ou um junco no riacho. Seu corpo deu uma guinada furiosa dentro de sua pele, de modo que seus pés, canelas e joelhos mudaram para trás e seus calcanhares e panturrilhas mudaram para a frente. Os tendões enrugados de suas panturrilhas mudaram para a frente de suas canelas, cada grande nó do tamanho do punho cerrado de um guerreiro. Na cabeça, os tendões das têmporas se estendiam até a nuca, cada protuberância poderosa, imensa e imensurável do tamanho da cabeça de uma criança de um mês. Seu rosto e feições tornaram-se uma tigela vermelha; ele sugou um olho tão profundamente em sua cabeça que uma garça selvagem não poderia sondá-lo em sua bochecha com as profundezas de seu crânio; o outro olho caiu ao longo de sua bochecha. Sua boca estranhamente distorcida: sua bochecha descascada para trás de suas mandíbulas até a goela aparecer; seus pulmões e fígado batiam em sua boca e garganta; sua mandíbula inferior atingiu a superior com um golpe mortal, e lascas de fogo, grandes como a lã de um carneiro, saíram de sua boca de sua garganta. Seu coração batia forte em seu peito como o uivo de um cão de guarda ao ser alimentado ou o som de um leão entre ursos. Névoas malignas e jatos de fogo tremeluziam em vermelho nas nuvens vaporosas que subiam fervendo acima de sua cabeça, tão feroz era sua fúria.

Quando Bruce Banner se transforma no Hulk, ele cresce, fica verde e milagrosamente preserva a integridade de seus jorts roxos; portanto, não totalmente semelhante à transformação de arregalar os olhos de Cú Chulainn. A incrível força que Cú Chulainn ganha com essa transformação e sua incapacidade de distinguir entre amigo e inimigo, no entanto, permanecem paralelos significativos.

Aos 5 anos, Cú Chulainn experimentou o primeiro desses espasmos de dobra quando ele viajou para se juntar a uma tropa de meninos jogando hurley. Ele entrou no campo de jogo, sem saber do costume local de pedir proteção primeiro. Os outros 150 meninos viram Cú Chulainn entrar em campo como uma afronta e procuraram matá-lo, mas Cú Chulainn se transformou e lutou contra todos os 150 até Conchobar, o rei do Ulster, parar a luta.



Outro espasmo de dobra significativo de Cú Chulainn ocorreu quando ele defendeu Donn Cúailnge, um touro particularmente fértil e a figura central do Táin Bó Cúailnge (ou, O Rebanho de Gado de Cooley ), de um exército invasor. Depois de se defender do exército, Cú Chulainn está gravemente ferido, mas uma figura, ' um dos meus amigos dos parentes das fadas , 'se aproxima de Cú Chulainn e lhe diz para dormir:

Foi então que o guerreiro das fadas colocou plantas do reino das fadas e ervas curativas e colocou um feitiço curativo nos cortes e punhaladas, nas feridas e feridas abertas de Cuchulain, de modo que Cuchulain se recuperou durante o sono sem nunca perceber.

os gatos vão te comer se você morrer

Cú Chulainn dorme três dias e três noites e, ao acordar, descobre que uma tropa de meninos de Emain Macha, sua casa, foi massacrada. Isso o leva a um acesso de raiva; ele transforma , matando ou ferindo todos nas proximidades:

Dez a seis reis, líderes e homens da terra, Cuchulain abateu-se na grande matança na planície de Murthemne, além de uma horda incontável de cães e cavalos e mulheres e meninos e crianças e gente comum; pois não escapou um terceiro homem dos homens de Erin sem um caroço ou sem ter metade de seu crânio ou um olho ferido, ou sem uma marca duradoura durante o curso de sua vida.

O que Cu Chullainn representa hoje

Cú Chulainn tem um papel importante na mitologia irlandesa, semelhante ao de Aquiles na mitologia grega. Como tal, ele é frequentemente usado como um símbolo pelos diferentes grupos culturais da Irlanda. O símbolo de Cú Chulainn foi adotado por sindicalistas do Ulster, ou da Irlanda do Norte (onde nasceu Cú Chulainn), que o consideram um herói defendendo o Ulster dos inimigos do sul, enquanto os nacionalistas também afirmam que Cú Chulainn é um símbolo nacional que representa todos da Irlanda e sua história. Não está claro se o personagem de Cú Chulainn alguma vez teve sua base em uma figura histórica real, mas pode-se dizer com segurança que o verdadeiro Cú Chulainn, se ele existiu, provavelmente não se transformou em uma figura horrível com um globo ocular pendurado e pontiagudo, pontiagudo cabelo.

Idéias Frescas

Categoria

Outro

13-8

Cultura E Religião

Alquimista Cidade

Livros Gov-Civ-Guarda.pt

Gov-Civ-Guarda.pt Ao Vivo

Patrocinado Pela Fundação Charles Koch

Coronavírus

Ciência Surpreendente

Futuro Da Aprendizagem

Engrenagem

Mapas Estranhos

Patrocinadas

Patrocinado Pelo Institute For Humane Studies

Patrocinado Pela Intel The Nantucket Project

Patrocinado Pela Fundação John Templeton

Patrocinado Pela Kenzie Academy

Tecnologia E Inovação

Política E Atualidades

Mente E Cérebro

Notícias / Social

Patrocinado Pela Northwell Health

Parcerias

Sexo E Relacionamentos

Crescimento Pessoal

Podcasts Do Think Again

Patrocinado Por Sofia Gray

Vídeos

Patrocinado Por Sim. Cada Criança.

Recomendado